A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasComo simular uma Black Friday para prevenir os problemas da data

Como simular uma Black Friday para prevenir os problemas da data

Se você ainda não sabe, existem empresas de tecnologia que simulam os picos de acesso no e-commerce para antecipar os problemas de queda da operação na data. “Temos diversos recursos automáticos que balanceiam e otimizam o sistema de acordo com a plataforma. Porém, quando essa gestão automática não é suficiente, o lojista deixa de ganhar muito dinheiro”. Essa fala é de Pedro Ivo Soares, Head de Tecnologia e DPO da Stoom. E, segundo ele, num dia de Black Friday, uma empresa que poderia ganhar facilmente R$ 1 milhão no horário de pico, pode perder, em uma hora, o equivalente a R$ 50 mil — além de perder para sempre esses clientes insatisfeitos.

Em 2020, e-commerces deixaram de faturar ao menos R$ 48,7 milhões na Black Friday e Cyber Monday por problemas técnicos.

Etapas para simular a Black Friday no e-commerce

Segundo Soares, problemas como o citado anteriormente podem ser evitados quando existe uma simulação de escala prévia. “Eu chamo esse serviço de ‘cuidado preventivo’, pois eu defino os pontos de otimização do meu sistema em casos de muitos acessos”. Neste caso, é utilizado uma metodologia de “teste de stress”, onde é simulada uma alta quantidade de usuários e, a partir daí, são geradas as métricas para definir como o sistema deverá funcionar naquele momento.

Com a simulação do sistema é possível se antecipar aos possíveis problemas de escala em datas como a Black Friday.

“Gosto de comparar esses testes como um supermercado físico, relacionando o fluxo de pessoas com a fila para o caixa. Neste caso, uma das otimizações do sistema seria como se eu aumentasse o número de caixas a fim de dar vazão aos clientes”, comparou Soares. Entretanto, existe o teste de “volume de dados trafegados”. Aqui, Soares compara como se cada cliente da fila do supermercado chegasse ao caixa com mais produtos no carrinho. “É como se eu inserisse um empacotador para agilizar a vazão dos produtos, neste caso o fluxo de dados”, complementou.

Simular as possibilidades já se tornou uma tendência

Para o especialista, simular a Black Friday já é comum entre as empresas, uma vez que os resultados, segundo ele, são bem positivos. “Costumo dizer que se trata de uma metodologia pronta, fechada. Porém, sua aplicação varia muito de cliente para cliente. Por isso mesmo é preciso ter um estudo prévio para entender os momentos de maior impacto em suas páginas, rodando os testes nesses momentos. Como eu já disse, trata-se de um trabalho preventivo, e que não exclui outras ferramentas”, concluiu.

Leia também: Pontos de atenção do e-commerce para se dar bem na Black Friday

O E-Commerce Big Solutions – Black Friday acontece nos dias 20, 21 e 22. As inscrições gratuitas seguem abertas durante todos os dias do evento.

Por Giuliano Gonçalves, da redação do E-Commerce Brasil.



Fonte feed: E-commerce Brasil