A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasCostume lança loja virtual com plataforma VTEX

Costume lança loja virtual com plataforma VTEX

A marca de moda feminina Costume lançou recentemente uma loja online com a plataforma VTEX. O projeto do e-commerce ficou a cargo da agência e-Plus, uma agência de performance brasileira que já desenvolveu mais de 400 lojas virtuais para empresas como a Pierre Cardin, a Vila Romana, a Chocolife, a Miess, a Inovathi e a Pierelli, entre outras.

A Costume surgiu na história nos anos 1980, época em que os seus diretores inauguraram a sua primeira loja física no Shopping Iguatemi, em São Paulo. Naquela oportunidade, o empreendimento deu tão certo que a empresa abriu outras lojas em outros centros de compras.

Hoje, a Costume também está presente nos shoppings Anália Franco, Center Norte, Higienópolis, Ibirapuera, Iguatemi Campinas, Morumbi e Paulista. Além disso, possui forte atuação nas redes sociais, contando com 110 mil seguidores no Instagram e mais 144 mil no Facebook.

Quando descobriram a VTEX, os diretores da Costume logo perceberam que esta tecnologia poderia lhes ajudar a criar o e-commerce que tanto sonharam. Para começar, a plataforma conta com a aprovação de mais de 3.500 clientes como a Sony, a Avon e a Nestlé, entre outros, em 45 países.

Além disso, a VTEX funciona em nuvem, o que lhe permite oferecer um código único, o qual é atualizado centenas de vezes por mês, para todos os seus clientes, o que evita a obsolescência do sistema. Ademais, a empresa faz uso da tecnologia Amazon AWS, que proporciona mais escalabilidade e melhor rendimento para as lojas online sobretudo em grandes eventos do e-commerce como a Black Friday e as festas de fim de ano, por exemplo.

A plataforma VTEX também conta com o recurso click buy, que armazena dados de cartões de crédito com segurança e, desse modo, facilita as compras consecutivas. Ela possui, ainda, o sistema Smartcheckout, que por não requerer senha viabiliza a compra por impulso no comércio eletrônico.

E para terminar, a plataforma centraliza a gestão de lojas online, lojas físicas, mobile lojas, televendas, totens e outros canais. Ela permite criar multi lojas, integra-se a vários marketplaces e possibilita até que os lojistas transformem suas lojas em marketplaces.

Logo depois de escolherem a plataforma, os diretores da Costume encontraram no mercado a agência e-Plus, uma agência de performance com foco total em e-commerce, com a qual fecharam um contrato para a produção de sua loja virtual.

A equipe da agência e-Plus aproveitou o CMS 100% editável da plataforma VTEX para criar um e-commerce com um visual atraente para os consumidores, isto é, com um layout e design baseados nos conceitos de alinhamento, balanço, contraste, proximidade, repetição, proporção e aplicação de cores da Teoria do Design.

Conforme o CEO da agência e-Plus, Tiago Moraes, o projeto da Costume foi desafiador devido ao curto espaço de tempo para conclusão, “nem sempre eu e minha equipe temos o tempo que gostaríamos para finalizar os projetos”, disse, “apesar disso, já produzimos centenas de lojas virtuais para clientes de vários países e, portanto, estamos calejados, de modo que conseguimos entregar também a loja da Costume no prazo e com muita qualidade”.

Além visual bonito, a loja virtual da Costume foi pensada para evitar a chamada “ilusão de completude”, que acontece quando os elementos ficam dispersos nas páginas atrapalhando a experiência de compras dos consumidores e gerando perdas de vendas.

A criação do e-commerce da Costume também levou em conta o mobile. Além de ser compatível com os dispositivos móveis, a loja está dentro dos parâmetros da Zona do Polegar, o que entrega mais usabilidade nos dispositivos móveis e assegura melhor conversão.

Enfim, com uma loja virtual moderna, a Costume poderá comercializar seus produtos de moda feminina também no meio online e dessa forma complementar as vendas de suas lojas físicas. E com a escalabilidade da VTEX, a marca poderá crescer e evoluir no mercado online e offline.

Leia também: Pix já tem aproximamente 6 milhões de empresas cadastradas, diz diretor do BC.



Fonte feed: E-commerce Brasil