A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasEtsy compra marketplace de produtos artesanais Elo7 por R$ 1 bilhão

Etsy compra marketplace de produtos artesanais Elo7 por R$ 1 bilhão

A Etsy comprou a Elo7, marketplace brasileiro de produtos artesanais, por US$ 217 milhões (cerca de R$ 1 bilhão), em uma transação que marca a chegada da companhia norte-americana ao mercado brasileiro.

De acordo com o NeoFeed, o valor está sujeito a ajustes relativos a capital de giro, despesas da transação e caixa e endividamento. Após a finalização da aquisição, prevista para os próximos meses, o Elo7 seguirá sediado em São Paulo e operará como um marketplace independente.

O Elo7 é um marketplace brasileiro que vende produtos artesanais. Imagem: Reprodução

O marketplace da Elo7 conecta aproximadamente 1,9 milhão de compradores ativos a 56 mil vendedores ativos e, atualmente, tem cerca de 8 milhões de itens à venda, a maioria feita sob encomenda.

A plataforma inclui itens de cerca de 40 categorias do varejo, como produtos para casamentos bebês, decoração para a casa e festas infantis.

Fundado em 2008, o Elo7 havia recebido até agora US$ 18 milhões de fundos de venture capital, de acordo com dados do Crunchbase. Os principais investidores são a Monashees, Accel e Insight Partners.

“Essa transação estabelecerá uma base para nós na América Latina, região de comércio eletrônico pouco aproveitada na qual a Etsy atualmente não tem uma carteira de clientes significativa”, disse, em nota, Josh Silverman, CEO da Etsy.

Elo7 e Etsy

Ainda segundo a publicação, o Elo7 era considerado a “Etsy do Brasil” por ter um modelo semelhante ao da companhia americana – um marketplace fundado em 2005, que vendia também produtos artesanais. “A Etsy sempre foi uma inspiração e uma referência para nós”, disse Carlos Curioni, CEO do Elo7, no comunicado que informa a transação.

Essa é a segunda aquisição da Etsy em menos de um mês. No começo de junho, a companhia, avaliada em US$ 23,5 bilhões na Nasdaq, pagou US$ 1,62 bilhão pelo Depop, um aplicativo inglês de revende roupas de segunda mão.

Leia também: E-commerces se destacam entre os 100 sites mais acessados do Brasil

Fonte: NeoFeed



Fonte feed: E-commerce Brasil