A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasInteligência Artificial para o Google

Inteligência Artificial para o Google

Em palestra sobre o tema durante o The Future of E-commerce edição Martech, Lucas Maranho, CEO da LiveSEO, falou sobre a evolução da Inteligência Artificial para o Google nos últimos anos.

Segundo o executivo, a Inteligência Artificial é um tema estudado pelas universidades desde 1960, quando os cientistas acreditavam que era necessário estudar o cérebro humano para educar as máquinas. Porém, com o passar do tempo e evolução das tecnologias, percebeu-se a necessidade de desenvolver estratégias próprias para o segmento.

“Entenderam que precisa ser ao contrário: a Inteligência Artificial precisa se desenvolver por suas próprias estratégias”, explicou Maranho.

Lucas Maranho, CEO da LiveSEO durente o TFOE Martech 2021
Lucas Maranho, CEO da LiveSEO durente o TFOE Martech 2021. Foto por Alexandre Ieva

O papel do SEO

De acordo com ele, dentro dessas estratégias, disso há variáveis, como o deep learning, e o machine learning.

Uma dessas variáveis é, também, o SEO. Em determinado momento, o Google começou a identificar padrões para o comportamento do usuário e que existem novas variáveis para a Inteligência Artificial atualizar a maneira como interage e interpreta os conteúdos na internet.

“Para o Google, a Inteligência Artificial é quase natural”, disse Maranho. E fica cada vez mais intrínseca à plataforma, uma vez que orienta hoje seu funcionamento.

Ferrari

Maranho deu ainda um exemplo para explicar como o Google pode “saber de tudo” sem de fato saber de tudo por meio de sua complexa estrutura: o de uma Ferrari. Todos sabemos o que é uma Ferrari e possivelmente já vimos uma.

Mas isso não quer dizer que tenhamos uma Ferrari ou sequer já tenhamos entrado em uma. O mesmo acontece com o SEO e com a Inteligência Artificial para o Google.

Três passos rápidos de como o Google funciona:

  • Rastreio: verifica a relevância e originalidade do seu conteúdo;
  • Indexação: guarda seus dados e suas informações de acordo com nichos;
  • Classificação: o Google abre as gavetas em que classifica as informações e históricos e oferece resultados personalizados para a navegação orgânica.

“O SEO sempre deixa um legado, mesmo que as técnicas mudem, elas deixam um pouco do código para os próximos”.

Nos últimos anos, a plataforma contou ainda com diferentes estratégias para melhorar o uso da Inteligência Artificial para o Google e do ranqueamento por SEO.

1 – Humminbird (2013)

Ocorrem bilhões de buscas diárias no Google de maneira diária, porém 15% delas eram inéditas. Por isso, em 2013, o Google passou a usar a estratégia de Humminbird para gerar impacto e humanizar as pesquisas.

conceitos do Humminbird (palestra Lucas Maranho 2021)

Foi o primeiro passo para segmentar as intenções de busca através da Inteligência Artificial para o Google

2 – Hankbrain (2015)

Em seguida, o Google começou a aprender com os próprios erros. Percebendo que a busca não estava refinada o suficiente com as opções dispostas para o usuário e, a partir disso, passou a replicar os acertos para usuários semelhantes.

slide-martech-lucas-maranho-da-liveseo-Hankbrain-Inteligencia-Artificial-para-o-Google

Através dessa estratégia, o Google começou a usar padrões de navegação dos usuários para personalizar os resultados e criou identificações que facilitou a recomendação por nichos de pessoas.

3 – Bert: resultados bidirecionais (2018)

slide martech lucas maranho da liveseo - bert - Inteligência Artificial para o Google

A estratégia Bert, adotada em 2018, é referente a sigla Bidirectional Encoder Representations from Transformers, mas ficou caracterizada no ramo de Martech pelo personagem de mesmo nome da Vila Sésamo.

A partir dessa atualização, a plataforma passou a recomendar não só os melhores resultados e personalizações, mas também a experiência.

O Google passou a reconhecer a linguagem como um todo na busca, como um “para festa” incluso ao procurar uma roupa, por exemplo, que diferenciaria completamente os resultados sem esse termo.

Você pode conferir os slides da apresentação da palestra abaixo:

 

Leia também: “Nova norma para a indústria é a automação para o marketing”, explica especialista.

O The Future Of E-Commerce – Edição Martech acontece nesta terça-feira (1) e na quarta (2) e recebe grandes nomes do mercado de tecnologias para marketing. O evento faz parte de uma série de congressos do E-Commerce Brasil para tratar sobre o futuro do comércio eletrônico no Brasil.

Por Júlia Rondinelli, da redação do E-Commerce Brasil.



Fonte feed: E-commerce Brasil