A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasLufthansa transformará airbus em cargueiros para atender e-commerce

Lufthansa transformará airbus em cargueiros para atender e-commerce

A companhia aérea Lufthansa está investindo na expansão de sua capacidade de carga e, a partir do início de 2022, a empresa oferecerá aos seus clientes uma capacidade adicional na Europa, convertendo permanentemente aeronaves de passageiros Airbus 321 em cargueiros.

Segundo o site especializado AeroIn, as aeronaves bimotoras de médio curso receberão grandes portas de carga para possibilitar o transporte de contêineres também no deck principal, onde geralmente ficam os assentos. Inicialmente, está prevista a conversão de duas aeronaves, que ficarão baseadas em Frankfurt, na Alemanha.

A Lufthansa vai converter aeronaves de passageiros em cargueiros. Imagem: Reprodução

O crescimento das remessas internacionais de comércio eletrônico está previsto em cerca de 20% ao ano nos próximos cinco anos. Os consumidores esperam prazos de entrega cada vez mais curtos para os produtos encomendados, de acordo com a publicação. Isso também está aumentando a demanda por conexões de frete aéreo na Europa.

“A Lufthansa Cargo quer oferecer aos clientes do segmento de comércio eletrônico conexões rápidas intra-europeias. Com os A321 convertidos, estaremos atendendo à crescente demanda de nossos clientes por soluções de entrega no mesmo dia e fortalecendo ainda mais nossa densa rede de conexões globais, bem como nossa oferta de produtos”, disse Dorothea von Boxberg, CEO da Lufthansa Cargo, segundo o site.

“O tipo de aeronave selecionado pode transportar 28 toneladas por voo, muito mais do que nas barrigas de aeronaves de passageiros. Além de despachantes, integradores e operadoras postais, os sites de comércio eletrônico serão clientes desta oferta”, acrescentou von Boxberg.

Os Airbus A321 (A321P2F) convertidos em cargueiros oferecem um alcance de 3.500 km. A conversão permite o uso de paletes de carga padronizados também no deck principal. Esse modelo de aeronave é o mesmo que a Azul almeja em sua frota de carga num futuro próximo.

Leia também: Varejo no Brasil cresce em maio pelo 2º mês, mas fica abaixo do esperado

Fonte: AeroIn



Fonte feed: E-commerce Brasil