A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasMagalu inclui venda de roupas em seu app

Magalu inclui venda de roupas em seu app

O Magalu lançou nesta terça-feira (5) o “Mundo Moda”, um espaço dentro de seu aplicativo voltado para a venda de roupas, calçados e acessórios. Além disso, a empresa investiu também em melhorias na navegação e expansão da oferta de produtos. A partir de agora, serão mais de 3,5 milhões de itens, incluindo grandes marcas, como Farm, Santa Lolla, Hering e Colcci. A novidade também conta com produtos de 300 fábricas e de mais de 20 mil sellers de todos os tamanhos espalhados pelo Brasil.

“O mercado de moda é essencialmente fragmentado e analógico. Isso que representa uma grande oportunidade de crescimento para a companhia e se casa perfeitamente com a estratégia do grupo, que é digitalizar o varejo”, afirma Silvia Machado, diretora-executiva de Moda e Beleza do Magalu.

Marketplace de moda

Segundo o IPC Maps, empresa especializada em informações demográficas e de consumo, o setor de moda movimentou 152 bilhões de reais em 2020 no Brasil. Dos cerca de 1,5 milhão de varejistas desse segmento, apenas 73 mil estão digitalizados, de acordo com a consultoria YipitData.

Entre dezembro de 2020 e setembro deste ano, o marketplace de moda do Magalu registrou um crescimento de 150% no número de sellers de moda, passando de 8 mil para 21 mil. O volume de vendas desse tipo de produto aumentou 170% entre janeiro e setembro deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020.

Além da expansão do sortimento de produtos, a navegação da categoria foi modernizada com o objetivo de melhorar a experiência do cliente durante as pesquisas e compras no Superapp. As mudanças incluem fotos maiores, recomendações customizadas e novos filtros de buscas e seções. A curadoria de conteúdo e as recomendações de looks, por exemplo, serão feitos pela equipe do Steal de The Look, portal online especializado em moda, adquirido pelo Magalu em março deste ano.

“Além disso, nosso cliente ainda conta com uma série de benefícios, como entrega rápida, parcelamento, pagamento via Magalupay, facilidade e segurança da experiência de compra, dinheiro de volta e possibilidade de participar de promoções especiais como, por exemplo, o Cashback do Milhão”, afirma Silvia.

O desenvolvimento da marca própria está a cargo do time de estilo do Magalu, criado este ano. Os profissionais envolvidos trabalham em parceria com a área de inteligência da plataforma, com o objetivo de dar velocidade ao lançamento de produtos baseados nas buscas e desejos dos clientes.

Digitalização do Magalu

A inclusão da indústria no marketplace da companhia foi potencializado pela Hubsales, startup do grupo que oferece todo suporte de tecnologia para que os fabricantes possam vender digitalmente seus produtos sem desviar de sua atividade principal. Atualmente, o marketplace Magalu conta com fábricas dos pólos de moda de Novo Hamburgo (Rio Grande do Sul), São João Batista, Brusque, Gaspar e Blumenau (Santa Catarina) e Goiânia (Goiás), que se juntaram a os fabricantes dos pólos calçadistas de Franca (São Paulo) e Nova Serrana (Minas).

O marketplace Magalu ainda oferece uma série de benefícios aos pequenos sellers, que podem utilizar, por exemplo, toda a infraestrutura de logística da companhia para entregar seus produtos – com a loja do Magalu mais próxima como agência de envio.

Leia também: Amazon lança 4 programas voltados para vendedores de seu marketplace



Fonte feed: E-commerce Brasil