A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasMercado se divide quando o assunto é valor cobrado pelos marketplaces

Mercado se divide quando o assunto é valor cobrado pelos marketplaces

A necessidade ou não de estar presente em marketplaces para conseguir evidência no e-commerce brasileiro é um assunto que divide opiniões desde o nascimento dessa categoria. Uma pesquisa realizada pelo E-Commerce Brasil em parceria com a Moip mostra que o público ainda não chegou a um consenso também se os valores cobrados são justos com relação ao que é oferecido nas plataformas.

Leia também: Análise de Sortimento: o que é e como melhorar o seu mix de produtos

Indagados sobre que nota de 1 a 5 dariam para “os marketplaces oferecem soluções e serviços compatíveis com o valor cobrado”, os respondentes da pesquisa, em sua maioria (35,5%), deram nota 3. Há um percentual grande, entretanto (18,5%) que deu nota 1. O valor percentual é parecido com a quantidade de pessoas que deram nota 5 (16,4%).

O valor cobrado pelos marketplaces do Brasil é uma das maiores críticas de quem atua nas plataformas. Para alguns, porém, as soluções apresentadas nos marketplaces compensam o investimento.

Ainda que as soluções apresentadas pelos marketplaces com relação ao custo ainda sejam consideradas médias, a maioria das pessoas enxergam maiores vantagens em todos os quesitos levantados no marketplace do que em um negócio próprio. A pesquisa perguntou sobre Experiência de Compra, Variedade de Portfolio, Maior Margem de Lucro, Maior Fonte de Receita e Gestão do Negócio.

A pesquisa, do E-Commerce Brasil em parceria com a Moip, foi realizada entre os meses de julho e junho com 3792 entrevistados.



Fonte feed: E-commerce Brasil