A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasPEOPLE da Cedro integra API do WhatsApp

PEOPLE da Cedro integra API do WhatsApp

Agora a plataforma de comunicação PEOPLE, da Cedro Technologies, consegue solicitar aprovação da sua conta WABA – WhatsApp Business API – em até 10 minutos. Mas como isso funciona? É o que vamos te explicar aqui.

Para que qualquer empresa use a API do WhatsApp é necessária uma aprovação, que antes podia demorar até 15 dias. Mas agora através do PEOPLE, você pode conseguir essa aprovação em até 10 minutos. Saiba como.

PEOPLE ativa sua conta WABA em 10 minutos

A aprovação em apenas 10 minutos, foi disponibilizada inicialmente apenas para alguns parceiros oficiais do WhatsApp. No Brasil poucas empresas foram escolhidas para oferecer esse serviço, e uma delas foi a Cedro através da plataforma de comunicação PEOPLE.

Todo esse processo de aprovação da conta WABA, normalmente leva de 7 a 15 dias. Mas agora, com o PEOPLE, você tem essa aprovação em até 10 minutos.

Esse processo também depende da disponibilidade da empresa que está solicitando a conta. Isso porque, para a solicitação, são necessárias algumas atividades que dependem de da empresa. Como o envio de formulários preenchidos e a realização de alguns passo-a-passo do processo.

Se você tiver disponibilidade, para fazer todo o processo e se dedicar a isso, em até 10 minutos você terá sua conta WABA aprovada. Lembrando, que poucos parceiros oficiais conseguem essa aprovação de 10 minutos, e o PEOPLE é um deles.

Mas você sabe o que é o WhatsApp Business API? Vamos te explicar melhor como ela funciona.

O que é o WhatsApp Business API

O WhatsApp Business API ou WABA, lançado em agosto de 2018, permite que as empresas respondam mensagens de seus clientes dentro da janela de interação que é de 24 horas.

Ele integra a diversas plataformas de comunicação, como chatbot, permitindo outras utilidades que apenas o WhatsApp Business não permitiria.

Uma conta WABA é feita através de um número e uma conta no Gerenciador de Negócios do Facebook.

Entretanto, alguns segmentos de atuação são barrados da criação dessa conta, como farmácia, tabacarias, empresas de crédito e outras. Você pode verificar na Política do WhatsApp.

Para fazer a escolha do seu número de WhatsApp Business são necessários alguns cuidados como a propriedade no número, ele deve aceitar chamada internacional e, de preferência, não pode ser uma URA.

Escolhido o número, é hora de criar sua conta WABA. O primeiro passo é a verificação da conta no Gerenciador de Negócios do WhatsApp. Depois de verificada a conta, é necessário solicitar sua conta WABA através de parceiros oficiais do WhatsApp, como o PEOPLE.

Com a conta aprovada, é hora de fazer a integração e ativação da conta. Para isso o parceiro oficial escolhido, irá incluir um código que você receberá com a aprovação da conta, na plataforma de comunicação.

Pronto, você já tem sua conta WhatsApp Business API para aproveitar todos os benefícios que ela oferece.

WABA na plataforma PEOPLE

Com uma conta WABA integrada na plataforma PEOPLE você consegue trazer vários benefícios para sua empresa e otimizar vários processos. Veja alguns desses benefícios:

  • Atendimento em tempo integral;
  • Integração com vários outros canais de comunicação;
  • Configuração de mensagens automáticas;
  • Criação de trilhas e filtros para atendimento humano;
  • Centralização de informações e chamados em uma única plataforma;
  • Acesso a dados e métricas de atendimento;
  • Experiência positiva ao seu cliente.

Além disso, sua empresa pode automatizar vários processos, como atendimento de dúvidas e chamados, atendimento de vendas, FAQ para perguntas frequentes e várias outras utilidades.

Por isso, se você ainda não investe nessa tecnologia, você pode estar perdendo espaço para seus concorrentes. Fale com os Especialistas do PEOPLE, e descubra tudo o que essa ferramenta pode te oferecer.

Leia também: Google reforça engajamento como estratégia para conquistar consumidor.



Fonte feed: E-commerce Brasil