A ferramenta que você procurava para vender ainda mais

  (79) 3085-9590 (R. 8429)   contato@vfast.com.br

HomeConteúdo E-commerceNotíciasSimplificar checkout ajuda na conversão de vendas, defende executivo

Simplificar checkout ajuda na conversão de vendas, defende executivo

2020 foi um ano marcante para o e-commerce, com o boom de consumidores que começaram a comprar online pela primeira vez. Porém, um pesadelo antigo permanece assombrando os varejistas de comércio eletrônico: o abandono de carrinho. Para Filipi Nobre, superintendente de Desenvolvimento de Negócios na Elo, um checkout eficiente pode diminuir esse problema e converter mais vendas.

O executivo participou do The Future of E-Commerce – Edição Payments nesta terça-feira (13) e defendeu a simplificação do checkout para converter mais. “Novos clientes do e-commerce não estão acostumados com diversos processos do e-commerce, por isso, é necessário fazer simples para fazer a todos. Tem que ser cada vez mais plural”, diz.

Fillipi Nobre no The Future of E-Commerce – Edição Payments. Imagem: Alexandre Ieva

Confira a seguir os principais pontos que merecem atenção na hora de simplificar o checkout, segundo Nobre:

Dados de usuário

“Peça somente o necessário. Dizem que dados são o novo petróleo [devido ao valor dos dados de usuários], mas não adianta nada ter dados se você não fizer nada com eles. No final das contas, se pedir mais do que vai precisar, você está criando novas barreiras, diminuindo as compras por impulso e perdendo a chance de vender mais. Depois da venda concluída, é possível ter o email do cliente e pedir mais informações do usuário. Shoppings não precisam de cadastro. Talvez o negócio não precise dessa barreira para seguir”, afirma Nobre.

Formas de pagamento

“Colocar mais formas de pagamento no e-commerce é torná-lo mais plural, como a opção de utilizar dois cartões para fazer a compra. É muito comum as compras serem negadas por falta de limite de cartão. Talvez a pessoa esteja tendo um cartão de crédito pela primeira vez e não saiba disso. E também é importante deixar claro o quanto o cliente, com o valor do frete, o valor da parcela etc. Outro ponto é explicar o que é o CVV e a validade do cartão”, explica o especialista.

X-pays

“As carteiras digitais — o x-pays — possibilitam mais velocidade e, consequentemente, mais vendas porque são processadas no celular, sem a necessidade de cadastrar um novo cartão”, diz Nobre.

BINs

“Os seis primeiros números do cartão revelam as principais informações sobre ele, como bandeira, se é débito ou crédito etc. Por isso, é importante que a sub credenciadora mantenha esses dados atualizados. Se o cliente digita os dados e vê outra bandeira na tela, ele vai se assustar e desistir daquela compra”, alerta.

Sinalização

“Sinalize todas as informações de pagamento no e-commerce para não gerar confusão. Desta forma, o cliente se sente mais seguro quando encontra o seu cartão no site”, aconselha Nobre.

Leia também: O e-commerce está pronto para o futuro dos meios de pagamento?

Por Dinalva Fernandes, da redação do E-Commerce Brasil



Fonte feed: E-commerce Brasil